A tal da "Pinga Azul" caseira! - Receita simples

0 comentários
E ai?
Como aqui o que importa é o conhecimento, e conhecimento move o mundo, pode também mover os bêbados! kkk Brincadeira!
Quase certeza de que a grande maioria aqui já conhece a tal da "Pinga Azul" uma bebida que anda tomando espaço e vemos por ai, em qualquer churrasco ou baladinha.
Só que 1 litro é bem caro, para um técnico em informática, como eu! Então encontrei em um blog (Aqui) dei uma melhorada e testei a receita... E recomendo!

Você vai precisar de apenas 1 liquidificador e os ingredientes, lógico!
A bebida rende 1,5 litro e você gasta no máximo 9 reais com ela!
Vamos lá?



Ingredientes:

- 3 colheres de sopa de sabor para sorvete - Blue Ice (Sim é a que dá a cor e sabor à bebida)
- 1 lata ou caixa de Leite Condensado (pode e deve ser do mais barato)
- 1 Litro de Leite Integral
- 3 colheres bem cheias de açúcar
- 300 a 400 ml de Vodka (6 a 7 xícaras de café e aconselho ir experimentando)

O leite condensado e a vodka podem ser os mais baratos que você encontrar. Por quê?
Porque quando você mistura ingredientes, não importa a marca... Porque tudo estará misturado! Vai na certeza, segue a dica de ex-dono de buteco! kkk é sério... Você só compra bebida de qualidade se for tomar pura! Certo? do resto, é só frescura! rsrs

Modo de Preparo:

Em um liquidificador bata o leite, o açúcar, o pó para sorvete e o Leite Condensado por cerca de dois minutos.
Acrescente a vodka aos poucos, com xícaras,vá experimentando e bata mais uns segundos para misturar todos os ingredientes.
Em seguida coloque em uma garrafa de 1,5 L. Usei uma de suco de uva. Fica perfeito!
Se ver que ficou fraco de vodka, acrescente e agite bem a garrafa!

Faça o teste e comente o resultado! Até a próxima!

Removendo a mensagem de Erro de Disco / Backup do Windows 7

0 comentários
Antes de tudo, apenas um esclarecimento:
Se você vê essa mensagem de erro, significa que realmente seu disco está com defeito e que sim, precisa ser substituído porque realmente pode falhar a qualquer momento sob o risco de você perder todas as informações nele contidas.
Esta mensagem tem a função de alertar tudo isso a você.

Fica bem claro que todas as alterações feitas por você a partir daqui, não é da responsabilidade do Blog. É apenas uma maneira de evitar que a mensagem apareça de tempo em tempo, possibilitando o ganho de tempo até que você compre outro disco.


Nível de Dificuldade: Avançado. Você precisa de um CD ou PENDRIVE que contenha uma versão LINUX para que seja feito o boot através dele e feita toda a alteração a seguir.

O responsável por esta mensagem é um arquivo que fica dentro da pasta:
C:\Windows\System32
que tem o nome de dfdwiz.exe

A resolução é simples: Renomear este arquivo.

Só que como ele fica localizado dentro da pasta do Sistema, não é permitido a sua alteração enquanto o sistema operacional estiver em execução.

Ai entra o truque:


Você vai reiniciar o computador onde esteja sendo mostrada a mensagem de alerta de erro de disco, vai dar o boot pelo Cd ou Pendrive com a versão Linux, escolher "Testar o produto" e iniciar o Linux normalmente.
Feito isso, navegue até o disco onde se encontra o sistema, pela pasta Windows\System32 você encontrará o arquivo dfdwiz.exe. Clique com o botão direito e em "renomear" pode alterar para dfdwiz_old.exe ou dfdwiz_off.exe.

Pronto. Peça parea reiniciar o sistema, retire o Cd ou Pen com linux e aguarde o Windows se carregar sem q mensagem de erro.

Conclusão:


Na realidade o que fizemos foi cancelar apenas a mensagem. O sistema percebe o disco defeituoso e quando vai executar o software da mensagem, não o encontra mais, já que o seu nome foi modificado.
Sem a mensagem fica melhor a utilização já que ela não aparece mais.

Lembre-se: Providencie imediatamente a troca do disco.

Uma dúvida que ocorre: Quanto tempo dura o meu disco com este erro?
Impossível de se dizer, pode durar 2 dias ou 2 anos... Depende de muitos fatores.

Fumar próximo ao computador, pode prejudicá-lo?

0 comentários
Há quem diga que não há problema algum ou que a fumaça vai para o ar e que da mesma forma que entra, sai. Que nada acontece com a fumaça que entra através das "ventoinhas" do computador.

Mas, será que nada acontece mesmo?

Todos sabemos que na fumaça do cigarro existe milhares de toxinas que com certeza ficam "impregnadas" em qualquer superfície com o passar do tempo. Plásticos, tecidos, cabelos, pele e tudo onde há contato com a fumaça, fica aquele cheiro forte. Algumas pesquisas ai pelo "google a fora" mostram que o que fica é a substância "Alcatrão" que com o tempo dá um tom amarelado ou engordurado em superfícies.

Foto: Da internet. Bob Dylan
Por experiência própria, tenho contato direto com placas-mãe engorduradas e amareladas onde usuários que fumam utilizam os computadores. Com o tempo vai prejudicando o contato nos circuitos impressos (placas de qualquer dispositivo eletrônico), nas memórias do computador, e em qualquer superfície de plástico, como as ventoinhas, dutos e cabos internos, como na imagem abaixo: 


Por ter uma superfície engordurada, todo o pó que passa por perto vai grudar, resultando numa camada de pó grudenta muito difícil de se remover.
Outro exemplo:



A fonte do computador tem ventoinhas que tiram o ar quente e o jogam para fora a todo o tempo. Por ser uma parte com temperatura mais elevada, é a que mais sofre, como podemos ver nesta outra imagem:


Sem contar, aquele cheiro fortíssimo em todas as partes do computador. Onde você toca, lá está o cheiro que vem para a pele e tudo onde se toca.
E finalizando, as cinzas também vão se acumulando. Duvida? Faça o teste. Observe.

Conclusão:


Fumar perto do computador ou no mesmo ambiente, à longo prazo vai gerar problemas nos equipamentos. Por mais que as pessoas briguem, discutam ou debatam, e insistam que não há problemas, há sim, com toda a certeza.

Todas as imagens foram retiradas daqui:

Definitivamente: Usar ou Não o estabilizador?

0 comentários

Desde que me conheço por pessoa que se interessa por informática, eu ouço, eu leio que quando você tem um equipamento elétrico, no caso, algum equipamento de entretenimento, como TV's, Videogames, computadores e qualquer outro equipamento físico, você precisa ter um estabilizador.

Segundo o que todos dizem este aparelho faz o milagre de manter a energia estável, não permitindo que ela fique numa voltagem mais alta ou mais baixa, mantendo-a sempre em uma mesma frequência.

E ai? você acha mesmo que isso é verdade?


Todo técnico em Informática "Raiz" (kkk), conhece o famoso Gabriel Torres ou já comprou algum livro seu. E o cara simplesmente do nada, se desculpa por ter dito que era necessária a utilização de um estabilizador de voltagem. Segue o vídeo, que é bem longo, mas nos primeiros 3 minutos, você já tem ideia de o "porquê" de não utilizar um:


Os estabilizadores vendidos no Brasil, para começo de conversa são péssimos, de má qualidade e você usar pode haver a possibilidade de prejudicar o equipamento ligado.
Portanto: Você não está protegido com um Estabilizador

E se eu utilizar então um "Filtro de Linha" ?

Mais um equipamento que não serve para proteção nenhuma! Sim, não serve.
Mas ele prejudica? Não...
Nada impede de utilizá-lo, já que é mais seguro que os famosos benjamins ou famosos "T" que pode ocasionar um incêndio de muitos aparelhos estiverem conectados.

O que pode proteger meus equipamentos, então?

A única coisa capaz de proteger é o aterramento que consiste em uma haste de cobre que é enterrada e feito toda uma preparação do solo para que quando a rede elétrica receba uma descarga de tensão, possa absorver tudo.
É recomendado que para cada equipamento tenha uma vareta dessas.
Já viu que só de falar imaginamos o valor de tudo isso?
Realmente é caro para fazer uma instalação elétrica onde haja aterramento e na grande maioria das residências não há ou simplesmente as pessoas ignoram tal utilidade.

Resumindo o post: O que faço então?

O mais correto a se fazer, quando não temos o aterramento, é ligar direto na tomada ou mesmo utilizando um filtro de linha, mas obrigatoriamente que seja um filtro de linha de uma qualidade um pouquinho melhor.

Os equipamentos de hoje em dia já possuem uma fonte pré estabilizada e ligá-los direto na tomada não vão prejudicar. A não ser que seja um dia de trovoadas. Ai você parte para o velho método:
Desligue e tire todos os cabos da tomada!

Se você já tem um estabilizador, tudo bem, mas não compre mais.
Às vezes ele passa uma certa confiança, mas pode ter certeza que não funciona.
Um filtro de linha custa bem pouco, elimine aqueles T's da tomada que a qualquer hora possa pegar fogo.
Não sobrecarregue as tomadas. O ideal é que haja 1 tomada para cada aparelho elétrico.

Link Útil:



Por que boatos e mentiras correm tão rápido na internet?

0 comentários
Hoje em dia, vivemos em um mundo tecnológico bem acessível a todas as pessoas.
Antigamente apenas computadores tinham acesso à rede e hoje qualquer aparelho pode ser conectado. Usar um celular hoje em dia é bem fácil, é simples, daí o nome "Smart phone" que varia de duas palavras Smart = rápido, inteligente ou corretamente: "esperto" e Phone= telefone, celular. Tendo assim um telefone esperto, um telefone rápido. Algo rápido e fácil em suas mãos.

Basta um exemplo bem simples: A fofoca.
Sabe aquela vizinha, sua tia, seu tio, sua amiga ou amigo que adora uma conversa e na maioria das vezes adora aumentar o assunto sempre que repassa a alguém? Sim, ela mesma. Aquelas vezes que reunimos com as pessoas no churrasco e falamos mal de outras pessoas? Não vem dizer que não, que é verdade sim!

Este comportamento é normal do ser humano. A fofoca sempre existiu, desde seu vizinho que senta na frente da sua casa observando sua vida, até aquele seu colega de trabalho que adora ver o "circo pegar fogo" e planta a sementinha do mal em qualquer outro que trabalhe junto.

Agora, voltando à tecnologia, junte essas pessoas e um celular? Como diz o capitão Nascimento: "Isso vai dar merda". Sim, vai dar...

Além destas pessoas, temos os usuários leigos em tecnologia e gostam de repassar coisas sem saber se tudo mesmo é verdade.
Quando eu digo "Leigo em Tecnologia" é aquela pessoa que sabe apenas as funções superficiais de um celular, de um computador. Ela sabe apenas Ler, responder e compartilhar mensagens. Talvez não saiba que existe algo chamado pesquisa, algo que podemos averiguar se tudo é mesmo verdade ou não. Assim acabam participando da enorme proliferação de mentira.

São postagens de crianças desaparecidas, mensagens de um criança entubada pedindo ajuda, pedindo "curtidas" para ser ajudado... São correntes pedindo orações e o famoso "Digite Amém". Em sua grande maioria são jogadas pela rede com esta intenção: espalhar mentiras mesmo! sem piedade.
Pessoas sensíveis, que se sensibilizam com as mais diversas situações é que fazem mais isso com frequência, por serem leigas, como eu disse.

Qualquer tiazinha ai da internet, ou seu amigo mais desinformado deve ter compartilhado uma destas:


Basta você pesquisar um pouco e ver que tudo isso não passa de mentira que são jogadas na rede por políticos, com a intenção de gerar revolta e tudo mais...

A velocidade de compartilhamento é muito rápida, portanto milhares de mentiras são repassadas todos os dias, porque existem as pessoas que repassam.
Basta apenas conscientizar as pessoas, viu alguém próximo compartilhar, um tio, uma tia, um irmão, um primo, seja educado, vá lá logo abaixo e escreva educadamente: "Olha, isso não é verdade..." e se tiver como provar ali na hora, deixe o link que mostra a verdade.

O fim disso tudo só depende de você, não seja um compratilhador, procure a verdade, torne o mundo digital melhor.

Créditos na própria imagem

Conclusão.

A maioria das pessoas não sabem utilizar a internet, o celular ou um computador. Não conhecem regras da internet, não sabe realizar uma pesquisa, não sabem de onde partir para buscar a verdade. Não por maldade, mas por falta de oportunidades ou também porque preferem que seja assim mesmo. Muitas delas consideram mais fácil comprar um equipamento à aprender a usá-lo corretamente.
Se você puder, evite isso. Ensine seus filhos, dá umas dicas para sua mãe, sua família. Explique como não cair nessa. Vamos fazer nossa internet melhor!

Fonte na própria imagem

Reiniciar meu computador ou modem, resolve meus problemas?

0 comentários

Todos vocês já precisaram de um suporte técnico, onde no momento é questionado:

Você já reiniciou seu computador?
Você já reiniciou o modem?

A maioria das pessoas considera isso um incômodo ou acham muito chato ter que fazer e acabam mentindo: "-Sim já reiniciei!"

Mas aqui entre nós, isso realmente resolve?

A resposta é que na maioria das vezes SIM.

Por exemplo o computador: Todos os softwares são desenvolvidos por seres humanos e o ser humano falha constantemente... É ninguém é perfeito! rsrs
Enfim, uma falha pode fazer com que o computador trave.
Travamento que na sua grande maioria não pode ser contornado ou não se pode voltar atrás. Por isso sua tela congela, sua internet não funciona, seu mouse para do nada, seu teclado de repente não digita mais.
E o que podemos fazer nessa hora? Aguardar
Se você aguardar as chances de voltar são mínimas, portanto, a melhor forma é reiniciar.
Quando você reinicia, ele volta do zero! Você vai reiniciar o que estava fazendo e na maioria das vezes tudo volta ao normal. A não ser que seja um problema de hardware que esteja causando este travamento, ai já entramos em uma outra área...

O mais eficaz é você desligar, desconectar tudo da tomada, aguardar uns 5 minutos... toma uma água, um café... respira, faz um alongamento, se acalme e só depois volte a ligar o computador, para que talvez as "falhas" se corrijam.

O Windows (cito o windows por ser o que a grande maioria utiliza hoje em dia, mas é válido para todos os sistemas), quando é desligado, faz uma arrumação em tudo o que se encontra ativo antes de finalizar, portanto, toda essa arrumação inclui-se correções da maioria dos erros.

Quando é ligado, também é feito uma análise em tudo o que vai ser carregado, ai também há a possibilidade de algumas correções em possíveis problemas.

Portanto, reiniciar o seu computador é algo saudável! Mas, sempre da forma correta: "INICIAR - DESLIGAR". Não vai puxar da tomada que tudo vai por água abaixo e a tendência é piorar! rsrs
Só desligue direto na energia se não for possível mesmo o desligamento normal. Tal procedimento apenas quando não tivermos escolha devido ao travamento for total.


E o modem? E a internet que não navega mais?

A história é quase a mesma.
Geralmente quando ocorre um pico de energia ou até mesmo uma queda, as portas do modem "travam". As portas são os orifícios onde você conecta seu cabo de rede que se encontram, na grande maioria dos equipamentos, na parte de trás.
Quando travado, elas não funcionam mais e na maioria das vezes parece que a internet está conectada mas você não navega.

Além de picos de energia, o que também causa o travamento da internet é a sobrecarga de tarefas. Imaginem 1 modem que dá acesso a 10, 20, 30 ou mais computadores... Cada computador faz uma determinada tarefa utilizando a rede. Um baixa um arquivo, outro ouve música, outro abre e-mails, e assim por diante... todas as tarefas ao mesmo tempo, sobrecarregam o equipamento que vai gerar uma lentidão ou até mesmo o travamento.

Outro motivo pode ser a estrutura de rede. Cabos danificados, interferências na rede, mal contato dos conectores, tudo isso pode gerar o travamento.

Como resolver? Desligue, tire da tomada, aguarde no mínimo 2 minutos e só depois volte a ligar. Fazendo isso, a conexão vai estabilizar, vai iniciar do zero e tudo volta a funcionar.

Agora, com base em tudo que você leu até aqui, qual a resposta para a questão do título:

Reiniciar meu computador ou modem, resolve meus problemas?
Sim, na maioria das vezes SIM.
Por isso é o procedimento que é pedido primeiramente por qualquer técnico.

"Como "peguei" esse vírus se não abro nada aqui?" - Como você se infecta com vírus de computadores?

0 comentários

Primeiramente, quando falamos a palavra "Vírus" ou "Vírus de Computador" estamos na verdade generalizando porque hoje em dia, é complicado ter a certeza em afirmar com o que estamos lidando. Não sabemos se é um spyware, adware, cavalo de tróia, rootkit e qualquer outra nomenclatura, que se dá de acordo com a função que ele, o software, executa.

Calma ai, Emerson, sem confusão, vamos lá:

Software? quer dizer que um vírus é isso?


Sim, é um software que foi desenvolvido ou programado para executar uma certa tarefa. Tarefa essa que pode ser espionar, colher estatísticas, roubar senhas, sequestrar dados(*) ou simplesmente fazer com que seu computador não funcione direito( sim, ainda existe pessoas que fazem isso apenas por prazer de dar uma "esculaxada" no computador de quem navega pela internet, é como se fossem pixadores. Eles fazem algo que não entendemos o porquê!).

E todos esses nomes? Que confusão!


Exato! Por isso que eu disse que quando dizemos virus, estamos generalizando para não ter que entrar numa explicação mais confusa a respeito de tudo o que realmente acontece.
O "Vírus" pode ter vários nomes ou funções. Algumas delas por exemplo:
Spyware - roubar informações
Adware - você instala um software e junto vem vários outros que vc nem imagina para que serve
Cavalo de Tróia - geralmente vem em um e-mail, disfarçado de outro conteúdo e você o abre
Rootkit - Faz um rastreamento de seu computador a fim de colher estatísticas de navegação, para saber quais sites você acessa ou o que sempre procura.

(*) sequestro de dados que hoje em dia está sendo a maior dor de cabeça para administradores de redes empresariais. Os chamados Ransonware que criptografam¹ toda a informação de um computador, todos os arquivos, pedindo dinheiro em troca de devolver ou no caso "descriptografar" seus arquivos.

¹Criptografar significa codificar um conteúdo. Não mudou nada né? Calma...
É criado um código onde só o seu criador sabe a solução... por exemplo: imagine um texto ou melhor, a palavra VIRUS. Alguém cria um código desta forma:
V = 57 , o  I = 31, o R = 27, o U=25 e o S =12, no exemplo, cada letra equivale a 2 números e a palavra virus, depois de codificada passa a ser "5731272512", portanto a palavra foi criptografada, passada em código, onde só o criador sabe a "tradução". (É apenas um exemplo que eu estou dando, já que o "buraco" é bem mais embaixo... e a codificação é bem mais complicada que isso.)

Mas eu não sou tão importante assim para quererem meus dados ou saber por onde ando.

Ai que se encontra o X da questão!
Como hoje em dia, a coisa mais fácil e mais feita é o "compartilhamento", de forma bem simples, tudo isso é bem fácil de se espalhar pela rede!
Um falso link de um site que você clica ou simplesmente se abre sozinho.
Um e-mail que você recebe com um arquivo e abre.
Até você que não é tão importante acaba se prejudicando nessa!

Mas eu não cliquei e nem abri nada! Como "peguei" esse virus?

Amigo, ou amiga, o seu computador não realiza nada sozinho. Ele não vai fazer nada sozinho. Pode ter a absoluta certeza que você por meios que talvez não saiba tenha clicado ou aberto algo sem ter percebido. Softwares que gerenciam e-mails baixam arquivos automaticamente. Aquela hora que você foi assistir um filme on-line, clicou sem querer em algum banner ou link, quando foi procurar aquele conteúdo para um trabalho e abriu um site suspeito, recebeu algum e-mail achando que era confiável mas não era. Pegou um pend drive emprestado e "plugou" no seu computador.
Tudo isso pode ter acontecido e fica difícil afirmar que você não clicou e nem abriu nada...

Usar um anti-virus pago resolve o meu problema?


Infelizmente, a resposta é NÃO.
Simples: Enquanto existem pessoas estudando como anular ou excluir virus, existem as pessoas estudando como desviar disso tudo. Sempre haverá uma forma de burlar qualquer segurança que se tenha.
É nessa hora que você precisa respeitar quem trabalha com Informática.

Espero que o conteúdo tenha sido útil! Até a próxima.
Emerson Gallo - 2017. Tecnologia do Blogger.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...